Browsing Category

Maquiagem

Maquiagem, Review

Review: Delineador líquido Liner Express – Maybelline

delineador-maybelline-linerexpress

Se tem um item de maquiagem que eu não vivo sem com certeza é o delineador. Demorei muito tempo para aprender a passar direito e não sair de casa parecendo uma louca com o olho preto. Quando estou com preguiça de passar sombra (o que é quase sempre), capricho bem no delineado e já estou pronta. É óbvio que cada pessoa tem que encontrar o melhor produto para poder fazer essa tarefa dificílima hahahah Então aqui estou para mostrar para vocês qual que eu uso e recomendo sempre que me perguntam!

O delineador que uso é o Liner Express da Maybelline. Confesso que quando comprei não gostei muito porque a esperta aqui não estava agitando o produto antes de usar, o que fazia com que ele ficasse bem ralinho, tendo que passar várias camadas e no fim ele acabava descascando. Ele é de pincel, daqueles fininhos e fáceis de passar. Antes dele eu estava usando um delineador em gel e aplicava com um pincel, mas posso garantir que com esse delineador todo o processo fica mil vezes mais fácil.

O que mais gosto, e cito quando me perguntam, é o fato de ele não fazer sujeira quando borro ou quando vou remover minha maquiagem. Ele fica como uma “casquinha” na pele, se você borrar e passar um cotonete úmido em cima do traço, ele vai se desfazer em pedacinhos e não vai borrar todo o seu rosto.

No gif abaixo vocês podem conferir o que eu estou falando:

Quanto à durabilidade, esse delineador fixa muito bem na pele. Tem dia que passo de manhã e à noite ainda está perfeito, sem nenhuma falha. E se acontecer de você esbarrar a mão no traço, sem problemas, ele vai continuar do mesmo jeito! Olha só eu passando o dedinho em cima e nada acontecendo:

 

Quanto ao preço, acho ele bem barato já que dura bastante. Acho que paguei uns R$30 reais em minha cidade e é muito fácil de ser encontrado.

Qual o seu delineador favorito? 🙂

Um beijo

FOLLOW
Beleza, Maquiagem

Meus 5 batons favoritos

13555497_10210001504143891_1135384380_o

Este post faz parte de uma blogagem coletiva de um grupo de blogueiras lindas que participo. Este mês o tema escolhido foi “Top 5 batons favoritos” e aqui estou eu para falar sobre os meus.

Sempre me perguntam em meus vídeos que batom que estava usando quando gravei. Se você me acompanha por lá (ainda não? Se inscreve!), pode ter certeza que a resposta vai ser sempre um desses. Juro que eu tentei escolher um batom que não fosse líquido, mas acontece que depois que descobri essa belezinha, é muito raro eu usar um batom normal.

Eu tenho bastante batom na minha maleta de maquiagem, como maquiadora preciso ter uma grande variedade de cores porque né, nem todo mundo tem o mesmo gosto que eu. Antigamente eu usava todas as cores, hoje em dia só uso cores mais escuras e nudes. Você nunca vai me ver usando um batom pink hahahah

Os escolhidos foram:

batons favoritos

08 Vult: Este foi o primeiro batom líquido que comprei da Vult. Achei que ele deixa a boca muito menos seca e não fica tanto com aquele aspecto de “casca” na boca quando você passa. Eu gosto bastante desta cor, mas esse batom não é 100% matte, então deixa a desejar um pouco nisso já que não gosto de brilho. Mas ainda é um dos meus favoritos.

12 Vult: Este eu comprei faz pouquíssimo tempo e até já emprestei para uma amiga, de tanto que é lindo. Tenho um da Dailus super parecido, mas a cor é mais gótica acho, então prefiro esse pra não sair parecendo a Vandinha Addams hehe

Ballet da Dailus: Meu vermelho. Eu simplesmente amo este batom e já é o segundo vidrinho que uso.

Colan Marsalla da Dailus: É aquele batom que uso quando não quero passar nada muito chamativo ou muito apagado. Ele é um ótimo meio termo.

Sissone da Dailus: Meu nude. Não preciso falar mais nada, né?

Quais os batons preferidos de vocês?

Um beijo

FOLLOW
Maquiagem, Review

Review: Base Studio Fix Fluid da MAC

DSC_0134

Faz um belo tempo que não apareço por aqui com alguma dica de beleza. Um tempo atrás eu decidi que ia mudar o foco do blog (que até então tinha sido beleza e moda) e passei a escrever um pouco mais sobre a minha vida e coisas que eu estava assistindo.

Então, esse vai para quem gosta de posts desse tipo e que começou a me acompanhar por causa disso. Não sei se vou voltar a escrever com mais frequência sobre coisas de beleza, mas por enquanto só vou passar dica do que realmente achar indispensável na necessaire.

Se você olhar pra foto do meu perfil ali na direita vai perceber facilmente que a minha cor é a famosa cor de palmito, sulfite ou (insira aqui) qualquer outra coisa tão branca quanto leite. Por ser tão branquinha assim, sempre tive dificuldade em encontrar bases que dessem certo para o meu tom de pele. Muitas vezes o tom mais claro de uma marca ainda me deixa com cor de tijolo e saio parecendo uma palhaça por aí, veja esse post e saiba do que estou falando.

Antes de comprar essa base da MAC, eu estava usando (há um belo tempo) a base TimeWise da Mary Kary. Já fiz post falando sobre ela e super recomendo, desde que seja na cor certa da sua pele, óbvio! Eu estava usando a Ivory 1 e depois, durante o curso de maquiagem que fiz, descobri que na verdade a minha cor seria Beige 1. Vida que segue, continuei usando porque dinheiro não cai do céu, né?

Agora que minha queridinha base “reboco” está com os dias contados, resolvi investir em uma um pouco mais glamourosa e acabei comprando a base Studio Fix Fluid da MAC. Veja bem, sou completamente contra comprar coisas caras e que podem ter uma alternativa nacional tão boa quanto, mas meu lado consumista resolveu dar uma chance para ela porque eu nem base estava mais usando durante o dia porque queria algo que tivesse uma cobertura boa, mas ao mesmo tempo não pesasse no meu rosto. Me sinto incomodada, parece que estou suja.

DSC_0123

Paguei R$121 na Sephora. Claro que o preço não é lá aquelas maravilhas, mas achei até razoável por ser da MAC. A cor eu escolhi no olhômetro mesmo e pedi pro santo das viciadas em maquiagem ajudar na escolha. A cor que escolhi foi a NC15 e se você olhar na tabela de cores vai ver que é uma das mais claras que a marca tem. Tão clara que eu achei que fosse ficar com cara de boneca de porcelana, de tão branca. Mas tudo deu certo no fim e acabou que essa cor é exatamente a cor da minha pele. Não consigo enxergar nenhuma diferença de cor quando estou com ela no rosto e ela ainda tem um fundo amarelado, assim como a minha pele.

Essa base me deu justamente o que eu queria: uma boa cobertura sem pesar muito no rosto. Quando passo a base da Mary Kay, me sinto completamente rebocada e a vontade de chegar em casa logo para poder lavar o rosto é muito grande. Por estar sempre calor na cidade que moro, acabo evitando usar coisas pesadas. Com uma camada ela já some com todas as sardinhas que tenho (não que eu as ache um defeito) e a maior parte das minhas olheiras, deixando um aspecto de pele lisinha e suave ao mesmo tempo. A única coisa que eu tenho para reclamar sobre esse produto é o cheiro. Essa base é tem um cheiro muito ruim, juro que passa depois que seca, mas continua sendo desagradável.

Bom, espero que tenham gostado dessa resenha. Qual a base favorita de vocês?

Um beijo

FOLLOW
Maquiagem, um pouco do que penso

Mais uma etapa

giphy (3)

Semana retrasada terminei o curso de maquiagem que estava fazendo e resolvi vir aqui contar um pouco para vocês sobre como foi ficar acho que três meses aprendendo uma coisa que gosto e também como foi trabalhar pela primeira vez nisso.

Eu sou quase jornalista, digo quase porque ainda preciso entregar o TCC para poder realmente ser uma jornalista de verdade. Não que precise de diploma, né? Enquanto isso não acontece eu resolvi ir atrás de outra coisa que gosto, que é a maquiagem. Sempre gostei de me maquiar e ainda quebrava o galho das amigas, por que não transformar isso em profissão?

Me matriculei no curso de maquiador profissional aqui no Senac de minha cidade. Logo na primeira aula eu já percebi que havia algo de diferente ali, não era como nas minhas aulas teóricas da faculdade em que eu tinha vontade de sair correndo e nunca mais olhar para a cara do professor. Pela primeira vez eu estava ouvindo coisas que eu realmente gostava e que conseguiam prender minha atenção completamente (sou muito dispersa, passou um mosquito na minha frente e eu já fico viajando por horas)

Acho que o que mais contribuiu para o meu aprendizado foi a prática. Aprendi a maquiar rostos diferentes, não apenas o meu e o das amigas. Aprendi que o que fica bom em mim, pode não ficar bom em você e vice-versa.

Antes de fazer esse curso eu só tinha maquiado uma pessoa profissionalmente, e foi um desastre. Eu não sabia como me comportar, estava completamente insegura, acabei cortando meu dedo com uma faca enquanto tentava tirar cola de cílios do tubinho. Aos trancos e barrancos consegui terminar e ter um resultado satisfatório.

Sábado tive meu primeiro trabalho depois do fim do curso, fui com uma amiga minha maquiar uma menina que me achou pelo Facebook. Devo dizer que o medo ainda estava lá, minha insegurança também. A diferença é que eu estava muito mais preparada para lidar com a situação. Tenho muita dificuldade com primeiras vezes, sempre fico muito nervosa e ansiosa, mas aprendi com o tempo que isso passa, é só você estar preparada.

Esse poderia ser um post em que eu falo que me achei profissionalmente e que vou sossegar, mas não.

Esse fica para depois. Só para quando der certo.

Um beijo.

FOLLOW