Browsing Category

Séries

Séries

Sobre Gilmore Girls – A year in the life (Spoilers)

gg

Não faz muito tempo que resolvi deixar a mágica de Stars Hollow consumir meus dias enquanto ficava afundada no sofá assistindo um episódio atrás do outro. Eu era bem novinha quando o show estava sendo gravado e não tive interesse pelas Gilmore até alguns anos atrás.

A notícia de que a série ia voltar foi uma sensação de quentinho no coração, sabe? Só quem assistiu todos os episódios sabe o que é querer que essa cidadezinha realmente exista no mapa, do jeito que ela é, com todos os personagens que a tornam mágica. Gilmore Girls sempre foi o seriado que eu assistia quando queria uma coisa leve e gostosa para passar o tempo. Uma nova temporada com certeza realizou o sonho de muitos fãs que ficaram na mão com aquele final péssimo da sétima temporada.

Sinto informar que este post traz mais decepções do que coisas que realmente gostei sobre o retorno da série. Andei pesquisando opiniões em alguns sites e encontrei muito do que eu senti enquanto entrava em Stars Hollow novamente.

Rory

landscape-1480265815-rory-love-life

O primeiro episódio começa com uma abertura lindinha com algumas falas das temporadas antigas e aproveito isso para dizer que: chorei. Chorei muito nesses quatro episódios. Como Rory sempre conseguiu tudo que queria, imaginei que sua carreira ia ser uma coisa sensacional. Logo no começo vemos uma Rory meio perdida no que faz, tendo publicado apenas alguns textos em jornais conceituados. Também nos é apresentado Paul. PAUSA DRAMÁTICA. Mas quem raios é Paul? Por que cargas d’água ela está com um carinha tão x que ninguém lembra o nome, muito menos ela? A primeira decepção é essa já que serei #teamJess até morrer.

Aí temos Rory, com 32 anos e em crise com sua carreira. Aí, meu povo, eu penso: se Rory teve crise com o jornalismo e não se deu muito bem, eu estou ferrada, meus caros. Mas acho importante ter mostrado que nem tudo na vida dela foi tão fácil assim, que ela teve sim coisas que simplesmente não conseguiu realizar, até mesmo porque essa é a vida real. Não temos tudo que queremos. E é bom também pra mostrar que – tá todo mundo na merda – então sossega aí que estamos todos no mesmo barco.

rory-logan

Voltando a falar sobre a vida amorosa de Rory, a mesma ainda não aprendeu que se relacionar com um homem comprometido não é uma coisa boa. Ela deveria ter aprendido isso (pelo menos achei que tivesse) depois de ter um caso com o Dean enquanto ele estava casado e né BEEN THERE DONE THAT. Então por que fazer de novo uma coisa que você já sabe que não vai terminar bem? Se relacionar com Logan enquanto ele está noivo de outra mulher é exatamente a mesma situação.

Luke e Lorelai

spring-3

Luke e Lorelai AINDA são um casal pela glória divina do senhor. Não sei como esses dois continuaram juntos por tanto tempo porque né, vocês lembram com o a Lorelai é. Só que, outra coisa que não gostei, eles ainda não estão casados. Aquele casamento que ela queria na sexta temporada não aconteceu em todos esses anos. Eles também não tiveram filhos, o que me deixou bem chateada já que esse assunto tinha entrado em pauta em alguma outra temporada.

Agora, vamos conversar sobre Lorelai fugindo e indo “se encontrar” fazendo a trilha de Wild (o livro, óbvio). Isso mostra mais uma vez o egoísmo da personagem deixando Luke para trás achando que seria abandonado por ela. Outro exemplo do egoísmo dela foi quando surtou assim que Rory contou que queria escrever um livro sobre o relacionamento das duas.

Emily Gilmore

emily-gilmore

Acho que essa foi a parte mais gostosa de assistir nesses episódios. Depois da morte de Richard (af, chorei muito), Emily finalmente começa a ter uma vida. Após 50 anos casada, ela se vê perdida sem o marido e sai em busca de uma nova vida que tenha um significado. E ela dando a louca com as insuportáveis do DAR? Maravilhosa! Fiquei muito feliz pela personagem e nunca imaginei que isso ia acontecer com Emily Gilmore. Ah! Finalmente ela arranjou uma empregada que goste.

Sookie

sookie2

Lorelai ainda está vivendo seu sonho de ter uma pousada, mas uma das coisas que mais me deixaram triste foi o fato de Sookie quase não aparecer. Tudo bem que Melissa McCarthy é uma atriz ocupada, mas acho que poderiam ter dado uma outra desculpa para seu sumiço que não fosse a personagem tirando um momento sabático que acabou virando em dois anos sem pisar dentro da cozinha do Dragonfly Inn. Sookie nunca faria isso. Jackson e as crianças também não apareceram. Devo dizer também que achei que Melissa não conseguiu dar vida para Sookie novamente, a personagem estava diferente, não estava tão feliz e espontânea como ela sempre foi. E, por fim, Sookie nem ao menos estava na cerimônia surpresa de casamento da Lorelai. Tipo, oi? Achei péssimo, parece que a amizade foi deixada de lado e elas se afastaram muito…

Outras observações

1657c940-7cfc-0134-18bc-060e3e89e053

  • Parece que nenhum personagem evoluiu, estão estagnados nos mesmos problemas de antes. Lorelai ainda é extremamente egoísta, Rory simplesmente não sabe o que fazer com sua vida amorosa já que né, ainda está se encontrando com o Logan (sem ter terminado com… qual o nome dele mesmo?)
  • Ficou bem claro que não tinham muita coisa para nos mostrar quando passaram uma ETERNIDADE na parte do musical. Que tortura.
  • Cadê a música da abertura? Em nenhum momento ela foi tocada.
  • Chad Michael Murray é a última bolacha do pacote para não ter voltado a ser o Tristan?
  • Michel finalmente saiu do armário e achei maravilhoso
  • Lane vive uma vidinha pacata de dona de casa que às vezes toca com a banda que tinha quando era adolescente. Nada mudou. Ela sempre foi deixada de lado na série e isso não seria diferente, quase nem apareceu direito…
  • Paris continua sendo aquela louca maravilhosa

Final

gilmore-girls-a-year-in-the-life

Podemos não gostar, mas vamos assistir de qualquer jeito.

Nada está tão ruim que não possa ser piorado, não é mesmo? Depois daquele vídeo que liberaram sobre as quatro últimas palavras eu estava imaginando tudo, menos “Mom, I’m pregnant”. Pior ainda o pai da criança ser nada mais, nada menos que Logan. Um pouco antes da revelação deixam bem claro que Jess ainda tem sentimentos por Rory e POR QUE NÃO DESENVOLVERAM ISSO PELO AMOR DE DEUS?

Achei péssimo não terem mostrado o casamento de Luke e Lorelai no dia seguinte. Esperei ANOS por isso e me deixaram de fora? Não aceito.

Enfim, foi ótimo e muito nostálgico voltar para Stars Hollow mas acredito que poderiam ter dado rumos diferentes às personagens. Não gostei de muita coisa que aconteceu. O jeito que tudo terminou deixa uma brecha enorme para mais uma temporada. Espero que se isso realmente acontecer a gente não tenha que esperar mais dez anos.

FOLLOW
Séries, Vídeos

Vídeo: Tag Séries

Se tem uma coisa que eu gosto de fazer nessa vida é ficar em casa sem fazer nada enquanto assisto uma penca de episódios de alguma série que eu acabei de descobrir. Entre tantas que já assisti, respondi umas perguntas dessa Tag no vídeo, falando sobre minha série favorita, personagem favorito, entre outras coisas.

Qual a série favoritas de vocês?

FOLLOW
Séries, um pouco do que penso

Os homens de Girls

Alguém aí assiste a série Girls? Não é nova, mas se você ainda não assistiu e pretende assistir, esse post está lotado de spoilers.

tumblr_mxe4yoiBdP1qe1vcno7_1280

Acho que faz uns dois anos que assisti o piloto de Girls e detestei. Do tipo: que coisa horrorosa, não vou dar nem uma segunda chance e assistir o segundo episódio. Acontece que o tédio falou mais alto ultimamente e resolvi baixar e ver qual é a dessa série e posso dizer que me surpreendi porque não é totalmente descartável como eu tinha achado.

Eu acabei de terminar a terceira temporada e algumas coisas não saem da minha cabeça. Primeiro eu gostaria de falar que eu odeio a Hannah, quase parei a terceira temporada no meio porque eu simplesmente não suporto ouvir a voz dessa personagem que só faz bosta, mas isso é assunto pra outro post.

O que eu vou falar aqui hoje é sobre os boys dessa série, que me causam repulsa. Desde o primeiro episodio já vi muitas atitudes problemáticas e que me deram nojo de ver aquilo na televisão e perceber que esse tipo de homem existe na vida real, tanto que eu conheço vários que têm os mesmos comportamentos.

Adam

adam-1-danger-

Esse é o pior de todos. Acho que nos primeiros episódios, Marnie descreve ele como sendo um “animal” e essa é a descrição perfeita desse personagem. Adam é aquele típico cara misterioso que às vezes aparece na vida de uma mulher e a faz ficar louca com esse jeito todo esquisito de ser. Ele mora em um apartamento que é um verdadeiro chiqueiro e só encontra a Hannah para uma finalidade: sexo. Enquanto ela está lá falando sobre seus sentimentos e procurando uma pessoa que realmente escute e que te dê afeto, tudo o que ele pensa é que horas que ela vai calar a boca e deitar em sua cama.

Uma coisa que me incomodou muito é que o tempo todo ele jogava indiretas, muito que diretas, digamos, sobre o peso de Hannah. Dizia que ela precisava emagrecer, ficava realmente cutucando um assunto que ela já havia mostrado que não estava confortável em conversar sobre.

A primeira vez que a Hannah o vê fora daquele chiqueiro foi no último episódio da primeira temporada. Nesse episódio eles conversam pela primeira vez e daí surge o relacionamento que está durando até a terceira temporada. No decorrer do namoro, Adam mostra várias atitudes escrotas. Ele deixa bem claro que não dá a mínima para as amizades da namorada e que não quer ficar socializando. Também não tem nenhuma ambição na vida e apenas fica perambulando pelos cantos sem realmente construir um futuro.

Ele é agressivo, tem um comportamento assustador. Ele grunhe, como um animal.

Resumindo: Não tem um pingo de respeito pelas mulheres. Um nojento.

Ray

ray-1024

Outro que não suporto. Tudo bem que ele deu uma melhorada nos últimos episódios, mas não apaga o que ele já fez nos outros.

Esse personagem é outro que não tem a mínima ambição na vida e se encosta na namorada como um parasita. Ele começou a morar na casa dela sem ela perceber. Assim, do nada. Quando a coitada se deu conta, o infeliz já estava de mala e cuia no seu apartamento.

Invade a privacidade da Hannah lendo seu diário e mostrando para o melhor amigo. Faz comentários machistas e não tem nem um pouco de educação quando fala com as mulheres da série.

Selo escrotinho pra ele.

Eu ia dedicar uma parte para o Charlie, mas eu realmente não tenho muito o que dizer sobre esse personagem já que ele é o único que nunca foi escroto com a namorada, muito pelo contrário, era bonzinho até demais. 

Vários outros caras entraram e saíram da série e posso dizer que todos tinham alguma atitude problemática que era completamente ignorada por essas meninas. Artista egocêntrico, peguete homofóbico, caras agressivos e muitos outros comportamentos que não são legais em um homem.

O que mais me admira em perceber isso e ver essas garotas continuando com caras assim é que isso realmente acontece. Amigas, conhecidas e até a pessoa que aqui escreve já se envolveu com algum tipinho que parecia mais ter saído direto de um episódio de Girls. E sabe o pior? Caras que nem o Charlie, que são legais, bonzinhos e tratam uma mulher com respeito e amor, muitas vezes não são nem notados. Afinal, não tem graça ser tratada bem por uma pessoa, o legal mesmo é sofrer. Triste visão distorcida sobre o amor, que ainda é muito presente por aí.

FOLLOW
Séries

Séries: The Walking Dead – Season Finale (spoilers)

The-Walking-Dead-5x16

The Walking Dead é a minha série favorita, daquelas que você fica ansiosa para outro episódio e extremamente chateada com o final da temporada – essa semana foi ao ar o último episódio da quinta temporada, agora é esperar seis fucking meses até a próxima. Como boa fã, quero deixar aqui algumas considerações sobre esse episódio final e sobre a série como um todo.

Logo no início do episódio temos Morgan, que reviveu dos mortos com seu cajadinho do mal e consegue matar aqueles dois caras com vários golpes. Eu sou muito esquecida para tudo e juro pra vocês que nem lembrava mais da existência desse homem até eu ler um comentário no site The Walking Dead Brasil, falando que ele voltaria e coisa do tipo.

Estamos sendo introduzidos há vários episódios para os Wolves, não acompanho os quadrinhos então não sei discorrer sobre, mas será o conflito da próxima temporada, já que esse povo se mostrou não ser nem um pouco amigável com aquela armadilha de caminhões de comida cheios de zumbis, e um bilhete dentro de um carro dizendo que pessoas ruins chegariam.

giphy (1)

O que podemos perceber é a dificuldade de alguns personagens em voltar ao convívio com outras pessoas, como se tudo estivesse normal. A realidade deles foi para sempre modificada, não aceitam mais disfarçar o que está acontecendo por fora dos muros, fatos que Diana não consegue enxergar.

Rick está certo ao dizer que todos ali são ingênuos demais, que precisam se preparar para o que está atrás dos muros e que os inimigos estão longe de ser os walkers, e sim os humanos. É fácil de perceber que isso aconteceria facilmente se tivéssemos algo parecido na realidade, a humanidade totalmente desestruturada do jeito que está, sem nenhum órgão de poder, sem controle sobre pessoas que prejudicam as outras, acaba se tornando cada um por si. Novas regras são estabelecidas, o que antes era errado, hoje é válido pela sobrevivência.

Uma coisa que eu fico bastante incomodada, mas entendo perfeitamente, é que personagens que antes eram animados e davam vida ao seriado, hoje estão se arrastando pelos cantos – apenas sobrevivendo. Glenn é um belo exemplo, quem aqui não se lembra daquele garoto que servia de isca para os walkers e saía de lá comemorando e dando risada quando o plano dava certo? Hoje, Glenn vive amargurado pelos cantos com Meg, o caos penetrou em sua essência, como na de todos os personagens que não se permitem mais um momento verdadeiro de alegria.

twd-5x16-conquer-600x400

Fico pensando também como deve ser horrível ter esse sentimento de que tudo pode acabar a qualquer momento, agora eles estão seguros, mas como em tantas outras vezes, em um segundo isso pode acabar e vão se achar novamente na estrada procurando um novo rumo, sem nem ao menos saber o caminho a seguir.

Sobre os últimos momentos do episódio 16, não gostei muito. Normalmente a temporada acaba com “MEU DEUS DO CÉU O QUE VAI ACONTECER?” e, ao terminar com Rick encontrando Morgan, deu uma quebrada nesse clima de desespero que ficávamos no final do episódio. Mas é claro que esse final também dá a entender que na próxima temporada teremos Morgan questionando a moral de Rick, pois o encontrou em uma situação nada agradável.

The Walking Dead é uma das poucas séries que acompanho que consegue manter o interesse dos telespectadores de uma maneira que a cada final de episódio estamos famintos por novas informações, pesquisamos, corremos atrás de spoilers e bolamos teorias sobre o que acontecerá no futuro. É muito bom perceber que a série ainda consegue, depois de cinco temporadas, despertar esse interesse no público. O duro vai ser esperar até outubro.

FOLLOW