um pouco do que penso

Aquele em que eu entro em crise com a vida adulta

giphy

Sabe aquela brincadeira que a gente fazia quando era criança e que tinha como propósito “adivinhar” nosso futuro? Muito melhor do que qualquer cartomante, em apenas alguns minutos descobríamos se íamos ser pobres, quantos filhos iam nos pentelhar e se a gente ia morrer na pobreza ou divar deitando em dinheiro.

Tenho pensado muito nisso e na ideia que eu tinha do meu futuro quando eu era mais nova. Lembro que todas as vezes que fizeram essa brincadeira comigo – em todas – eu disse que queria casar com uns 20, 22 anos. Acontece, meus amigos, que os 25 já estão batendo na minha porta e eu não tenho a mínima ideia de como é ser adulta e, muito menos, estou perto de casar.

A Nathália de 10 anos tinha certeza absoluta de que quando tivesse uns vinte anos já teria tudo resolvido. Já teria saído da casa dos pais, encontrado o príncipe encantado e já teria pelo menos um filho. Bom, sair da casa dos meus pais eu saí, mas voltei. O príncipe encantado aparece e a gente percebe que se for pra aceitar o machismo dele, é melhor morrer solteira. E os filhos? A gente deixa para depois dos 30, que é a nova idade para ter tudo resolvido (provavelmente com 30 ainda estarei em crise existencial e me sentindo uma adolescente presa em um corpo com dores precoces).

O sentimento que fica é de eterno fracasso. Seria pior se eu não visse tantos jovens da minha idade passando pelo mesmo que eu. Me sinto presa no clipe da música 22 da Lily Allen, enquanto pessoas ao meu redor dizem que já estou velha e que minha vida acabou.

Queria poder voltar no tempo e contar para a Nathália de 10 anos que nada ia acontecer do jeito que ela planejava. Que com 20 anos ela ainda ia se sentir uma adolescente com um mundo a descobrir e que não tem absolutamente nada de errado nisso. Que está tudo bem em não sonhar com uma casa própria, mas sim com viagens pelo mundo. Que é okay não querer passar a vida construindo uma carreira e trabalhando que nem uma condenada e sim aproveitar as coisas da vida que o dinheiro não podem comprar.

Ah! Também diria para não dar ouvidos para os adultos que já abandonaram seus sonhos e que querem impor a vida deles na sua. Trace você mesma seu caminho.

Cabelo, Ruiva, Vídeos

Vídeo: Como retoco minha raiz (ruivo acobreado)

DSC_1117

Já faz um tempo que mostrei para vocês como retoco o meu cabelo. Nesse vídeo mostrei como estou fazendo para manter a cor sempre bonita sem ter que pintar todo o comprimento a cada vinte dias, que era o que eu fazia até um tempo atrás. Eu tenho a ajuda da minha mãe para pintar o meu cabelo, o que facilita muito, mas te garanto que com cuidado você consegue retocar seu cabelo sozinha.

A tinta que eu uso é a Keraton 8.34, tenho usado já faz um tempinho e não troco por nada. Retoco minha raiz com essa tinta e água oxigenada de 20 volumes. Em seguida, lavo meu cabelo e já passo o tonalizante Cobre da Keraton e deixo por meia hora. É um processo chatinho, confesso, mas prefiro gastar mais tempo cuidando do meu cabelo do que pintar todo o comprimento e ressecar cada vez mais.

Maquiagem, Review

Review: Delineador líquido Liner Express – Maybelline

delineador-maybelline-linerexpress

Se tem um item de maquiagem que eu não vivo sem com certeza é o delineador. Demorei muito tempo para aprender a passar direito e não sair de casa parecendo uma louca com o olho preto. Quando estou com preguiça de passar sombra (o que é quase sempre), capricho bem no delineado e já estou pronta. É óbvio que cada pessoa tem que encontrar o melhor produto para poder fazer essa tarefa dificílima hahahah Então aqui estou para mostrar para vocês qual que eu uso e recomendo sempre que me perguntam!

O delineador que uso é o Liner Express da Maybelline. Confesso que quando comprei não gostei muito porque a esperta aqui não estava agitando o produto antes de usar, o que fazia com que ele ficasse bem ralinho, tendo que passar várias camadas e no fim ele acabava descascando. Ele é de pincel, daqueles fininhos e fáceis de passar. Antes dele eu estava usando um delineador em gel e aplicava com um pincel, mas posso garantir que com esse delineador todo o processo fica mil vezes mais fácil.

O que mais gosto, e cito quando me perguntam, é o fato de ele não fazer sujeira quando borro ou quando vou remover minha maquiagem. Ele fica como uma “casquinha” na pele, se você borrar e passar um cotonete úmido em cima do traço, ele vai se desfazer em pedacinhos e não vai borrar todo o seu rosto.

No gif abaixo vocês podem conferir o que eu estou falando:

Quanto à durabilidade, esse delineador fixa muito bem na pele. Tem dia que passo de manhã e à noite ainda está perfeito, sem nenhuma falha. E se acontecer de você esbarrar a mão no traço, sem problemas, ele vai continuar do mesmo jeito! Olha só eu passando o dedinho em cima e nada acontecendo:

 

Quanto ao preço, acho ele bem barato já que dura bastante. Acho que paguei uns R$30 reais em minha cidade e é muito fácil de ser encontrado.

Qual o seu delineador favorito? 🙂

Um beijo