Cabelo, Vídeos

Vídeo: Trança invertida embutida

DSC_1061

Um dos vídeos que mais gosto de gravar é de penteados fáceis. Como sou uma negação em fazer qualquer coisa no meu cabelo, fico muito feliz quando consigo inovar e passo adiante. Se eu consegui, você consegue! hhahaha

Essa trança é praticamente igual a uma trança embutida normal (clique aqui para aprender a fazer), a única diferença é que as mechas de cabelo são passadas por baixo. No final ela fica uma trança embutida para fora, em relevo. Parece um pouco complicado quando você pensa, mas juro que se você tentar umas duas vezes já vai pegando o jeito!

Ah! Aproveita e se inscreve no canal!

Look do dia

Look do dia: Top cropped e saia listrada

Que saudade que eu estava de fazer look do dia para o blog. Tudo bem que cada sessão de fotos é um mico e um pouco da vergonha jogada no ralo já que tenho que agir naturalmente em público, mas tudo bem. O que a gente não faz quando gosta de algo, né?

O look de hoje é todo trabalhado no preto, o que vocês vão cansar de ver por aqui, já que praticamente todo o meu guarda-roupa é preto. Como de costume aqui no blog, todas as peças que uso no meu dia a dia são super acessíveis. Vocês sabem que gosto de uma boa pechincha e não me importo com marcas e preços altos.

A roupitcha que estou usando nas fotos é de uma loja aqui da minha cidade. Até já citei no canal (não acompanha ainda?) no vídeo de Compras que fiz mostrando esse top cropped que comprei. A loja se chama Protocolo e você pode encontrá-la na página do Facebook. O bom desta loja é que todas as peças custam – pasmem – R$24,90. Então não preciso nem dizer o preço do top e da saia, né? hahahah

Se você assistiu o vídeo de Compras com certeza viu que este top tem umas franjinhas. Achei que ia ficar muita informação neste look, então coloquei todas para dentro. A saia tem um corte bem ousado que eu pensei duas vezes antes de comprar por não saber se realmente ia usar. No fim das contas achei bem moderno e diferente do que estou acostumada. A única coisa é que preciso ajustar um pouco na cintura porque ficou um tantinho larga para mim…

A bolsa é nova e veio para substituir minha queridinha da Aldo que, infelizmente, não aguentou mais hahahaah. Depois de quase três anos a coitada começou a descascar e já não dava para disfarçar. Queria uma bolsa do mesmo tamanho e estilo porque era a que eu mais usava. Esta eu comprei na Di Gaspi do Shopping Jaraguá e acho que paguei R$79, se eu não me engano.

A sandália é a minha mais nova aquisição. Pretendo fazer um post falando um pouco mais sobre ela e a marca, já que gostei muito. Ela é da Yellow Factory e paguei R$169,90. O que mais me atraiu nela foi o salto bem grosso, que dá bastante estabilidade quando ando.

As fotos foram tiradas pela minha querida irmã, Lílian Andrade, que nas horas vagas dá uma de fotógrafa de looks.

Espero que tenham gostado,

um beijo.

Beleza, Maquiagem

Meus 5 batons favoritos

13555497_10210001504143891_1135384380_o

Este post faz parte de uma blogagem coletiva de um grupo de blogueiras lindas que participo. Este mês o tema escolhido foi “Top 5 batons favoritos” e aqui estou eu para falar sobre os meus.

Sempre me perguntam em meus vídeos que batom que estava usando quando gravei. Se você me acompanha por lá (ainda não? Se inscreve!), pode ter certeza que a resposta vai ser sempre um desses. Juro que eu tentei escolher um batom que não fosse líquido, mas acontece que depois que descobri essa belezinha, é muito raro eu usar um batom normal.

Eu tenho bastante batom na minha maleta de maquiagem, como maquiadora preciso ter uma grande variedade de cores porque né, nem todo mundo tem o mesmo gosto que eu. Antigamente eu usava todas as cores, hoje em dia só uso cores mais escuras e nudes. Você nunca vai me ver usando um batom pink hahahah

Os escolhidos foram:

batons favoritos

08 Vult: Este foi o primeiro batom líquido que comprei da Vult. Achei que ele deixa a boca muito menos seca e não fica tanto com aquele aspecto de “casca” na boca quando você passa. Eu gosto bastante desta cor, mas esse batom não é 100% matte, então deixa a desejar um pouco nisso já que não gosto de brilho. Mas ainda é um dos meus favoritos.

12 Vult: Este eu comprei faz pouquíssimo tempo e até já emprestei para uma amiga, de tanto que é lindo. Tenho um da Dailus super parecido, mas a cor é mais gótica acho, então prefiro esse pra não sair parecendo a Vandinha Addams hehe

Ballet da Dailus: Meu vermelho. Eu simplesmente amo este batom e já é o segundo vidrinho que uso.

Colan Marsalla da Dailus: É aquele batom que uso quando não quero passar nada muito chamativo ou muito apagado. Ele é um ótimo meio termo.

Sissone da Dailus: Meu nude. Não preciso falar mais nada, né?

Quais os batons preferidos de vocês?

Um beijo

Filmes

Filme: Invocação do Mal 2

the-conjuring-2-trailer-neu-rcm992x0

Essa semana fui ao cinema para ver o tão esperado Invocação do Mal 2 (The Conjuring 2). Será que sou só eu que esquece do enredo de filmes de terror? Eu não lembro de quase nada do primeiro filme e se eu fosse querer comparar a qualidade entre ele e o segundo, teria que ver novamente. Sendo assim, vou falar o que achei sobre o filme sem citar o anterior. Ah! Esse post não tem spoilers 😀

Primeiro gostaria de deixar registrada aqui a vitória que foi assistir esse filme em uma sala de cinema e não passar nervoso nenhuma mísera vez. Ultimamente eu detesto ver filmes de terror/suspense em cinema porque as pessoas simplesmente não têm respeito e educação, e acabam atrapalhando quem está querendo prestar atenção. Acho que o fato de eu ter escolhido a última sessão (23h45) de uma plena terça-feira deve ter colaborado bastante para essa vitória. Fujam de cinema aos finais de semana. Cilada.

A história desse filme gira em torno de uma família com 4 crianças e uma mãe solteira. O pai fugiu e deixou seus familiares na pobreza e, em uma noite, coisas estranhas começam a acontecer pela casa. Para provar para a Igreja que o caso era real, o casal de investigadores paranormais Ed e Lorraine são chamados. Como enredo, posso dizer que é aquele velho clichê de casa mal assombrada de sempre.

Fui bastante surpreendida por esse filme porque eu já chego com a expectativa lá embaixo, já que ultimamente fazer um bom filme de terror está difícil pelo jeito. No começo realmente pensei que teria mais uma decepção, pois gosto de filme no estilo Bruxa de Blair, que a gente fica na expectativa de algo aparecer na tela e, no fim, nada aparece. Acredito que isso é o que mais dá medo, ficar esperando pelo susto. Esse filme já começa com tudo exposto, espírito que gosta de aparecer e nem se esconde. Conforme a história vai se desenvolvendo, isso muda e acaba ficando mais interessante.

giphy

No quesito sustos achei bem ok. O filme realmente faz com que você dê uns pulinhos na cadeira, mas se você está acostumado com esse tipo de filme, com certeza vai dormir tranquilamente depois de assistir. Não é um medo surreal. O que gosto é o fato desses filmes transformarem coisas cotidianas em afazeres pavorosos, tipo você estar na sua cama dormindo e escutar alguma coisa se aproximando ou escovar os dentes e ver um espírito pelo reflexo do espelho.

Quanto à atuação eu sou um pouco suspeita para comentar já que uma das minhas atrizes favoritas, Vera Farmiga, faz um dos papeis principais. A menina mais nova da família me lembrou muito uma jovem Kristen Stewart, com direito àquela cara de paisagem e cólica ao mesmo tempo. Os outros atores foram bons.

O mais legal é quando os créditos começam a rolar e umas fotos do verdadeiro casal de investigadores (sim, é baseado em fatos reais) aparecem. Mostram as pessoas que os atores estavam interpretando e áudios sobre o caso. Eu não sei vocês, mas ta aí uma coisa que eu não quero nunca descobrir se é verdade.

Nota: nota4